Em setembro, todos os 184 municípios cearenses apresentaram algum nível de seca. O mapa mostra que até mesmo Fortaleza, Região Metropolitana e Litoral Oeste, que em agosto não estavam secos, agora já estão com estiagem fraca.

O restante do estado se divide entre os graus moderado, grave e severo, e a pior situação está no sertão dos Inhamuns e o Cariri. Justamente as regiões que menos registraram chuva nesse ano.

A Funceme destaca que a quadra chuvosa de 2017 permitiu que os índices não fossem tão críticos quanto os registrados em setembro de 2016, quando o nível excepcional de seca atingia 34,38% do Estado.

A tendência é que o grau de severidade da seca aumente ainda mais em todas as regiões cearenses até dezembro. O cenário só deve melhorar a partir de janeiro do ano que vem, com as chuvas da pré-estação.

Veja todos os detalhes no vídeo do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT:

[Tribuna do Ceará]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *